Giro de Estoque: O que é e como Calcular?

por | 29 abr, 2022 | Gestão

O varejo tem tudo a ver com encontrar o equilíbrio perfeito entre os níveis de estoque e as vendas. E a este equilíbrio damos o nome de giro de estoque. Para aumentar sua margem e seu lucro, é essencial você encontrar uma essa proporção entre o que você compra e o que você vende.

 

Estoque em Excesso =  Desperdício de espaço e altos custos de manutenção.

Pouco estoque =  Perda de vendas e clientes desapontados.

 

Então, o que pode ser feito sobre isso?

 

Neste artigo, vamos explorar o que é o giro de estoque, qual sua importância para os negócios e como você pode calcular essa métrica em sua empresa e passar a ter mais controle das mercadorias.

 

 

Entenda o que é: 

 

O giro de estoque é a medida do número de vezes que o estoque de uma empresa é vendido ao longo de um mês, um trimestre ou um ano de negociação. Em outras palavras, o giro de estoque mede a rapidez com que uma empresa vende.

 

De forma simples, lentidão no giro de estoque significa vendas fracas e prejuízos com despesas operacionais, enquanto giros de estoques mais rápidos indicam vendas fortes e fluxo de caixa saudável. Em suma, o giro de estoque é o seu estoque médio anual. Ele mostra quantas vezes sua empresa vendeu mercadorias durante um determinado período de tempo.

 

Esse número é importante porque permite que as empresas otimizem seus recursos e façam alocações mais inteligentes. Por exemplo, dividindo seu saldo médio de estoque mensal, trimestral, ou anual pelo número de dias nesse período, você poderá calcular quanto tempo levará para ver seu estoque. 

 

Isso significa que você poderá tomar melhores decisões para seu negócio se tratando de compras de mercadorias, opções de fabricação, preços e até mesmo estratégias de marketing.

 

Qual a importância? 

 

Para os varejistas, especialmente aqueles com múltiplos canais de varejo, otimizar os volumes de estoque de acordo com a demanda do consumidor é essencial. Tanto em termos de rentabilidades quanto de eficiência operacional. 

 

O índice do giro de estoque é o indicador chave que vai permitir que você otimize esses volumes de mercadorias conforme a busca do mercado. Compreender essa métrica central é o segredo para você fazer o máximo aproveitamento dos seus recursos e fazer investimentos mais inteligentes.

 

Dentre os diversos benefícios de se fazer o controle do giro de estoque, os principais são o aumento da lucratividade e a melhores tomadas de decisões a longo prazo.

 

  • Aumento da lucratividade

 

Compreender seu giro de estoque é um bilhete de mão único para você aumentar sua margem. Esse indicador é uma das métricas mais importantes, pois aumentar o giro de estoque implica em maiores lucros. 

 

As empresas com alta rotatividade de estoque desfrutam de custos de manutenção mais baixos e podem responder com muito mais agilidade às crescentes demandas dos clientes. É um ganha-ganha. 

 

  • Melhores tomadas de decisões

 

Compreendendo o giro de estoque o ajudará a saber exatamente quais itens precisam ser pedidos ou reordenados. Você entenderá quais unidades estão com desempenho insatisfatório e, assim, poderá criar estratégias para resolver esse problema.

 

Além disso, você poderá antecipar a demanda de pedidos com maior precisão, permitindo que você atenda as decisões de fabricação e produção com antecedência.

 

Como calcular:

 

Agora que você já entendeu o que é o giro de estoque e como ele pode te ajudar, é hora de saber como calcular essa métrica de extrema importância para os negócios.

 

Cálculo:

 

O índice de giro de estoque pode ser calculado dividindo-se o custo das mercadorias vendidas pelo estoque médio de um determinado período. 

A razão pela qual o estoque médio é usado, é que a maioria das empresas experimenta vendas flutuantes ao longo do ano, portanto, o uso do estoque anual no cálculo pode produzir resultados distorcidos.

O estoque médio é normalmente usado para calcular o giro de estoque para levar em conta as variações sazonais nas vendas. O estoque médio é calculado adicionando o estoque no início do período ao estoque final do período dividido por dois.

 

  • Fórmula do Índice de Rotatividade do Estoque

 

Rotatividade do Estoque = Custo das Mercadorias Vendidas / ((Estoque Inicial + Estoque final) / 2) 

 

Exemplo:

 

Uma empresa tem os seguintes números em seus livros:

Custo dos produtos vendidos totalizando R$150.000.

 

Estoque inicial de R$75.000. 

Estoque final de R$12.000.

 

A taxa de giro de estoque para este período é calculada por: 

 

R$ 150.000 / ((R$ 75.000 + R$ 12.000 / 2)

 

Índice de giro de estoque = 3,45. 

 

Isso significa que a empresa vendeu todo o seu estoque médio mais de três vezes durante o período determinado. O que implica uma alta rotatividade de giro de estoque, que por sua vez indica um fluxo de caixa saudável.

 

Conclusão

 

O giro de estoque é parte essencial do negócio, afinal de contas é por meio desse indicador que o gestor saberá como estão a entrada e saída dos insumos da empresa.

 

Você faz o controle do seu giro de estoque?

 

Caso não, não perca mais tempo! A saúde financeira do seu negócio agradece. Com nossas soluções em RC Lean e RC Costs, você vai conseguir encontrar esses valores e vai ter clareza de todas as métricas vitais da sua empresa.

 

A tecnologia deve ser sua maior aliada! 

 

Agendamento

Receba uma apresentação do software sem compromisso!

RC Costs

Conheça a solução que gerencia custos e ajuda a vender mais!

RC Lean

A controladoria no leme da operação. Saiba mais!