Métodos de formação de preço: qual escolher?

por | 19 jan, 2022 | Formação de preços

A formação de preço, ou precificação, é uma das etapas mais importantes para a gestão financeira de qualquer negócio. Ela é responsável por garantir que o lucro aconteça, ao mesmo tempo em que garante um preço competitivo e atrativo aos clientes.

Para isso acontecer, o preço deve ser elaborada a partir de um método. Uma precificação errada pode prejudicar o negócio, enquanto um valor muito alto pode afastar os compradores. 

Em muitos negócios, a formação de preço ainda é realizada por meio da tentativa e erro. Entretanto, isso deve ser evitado ao máximo. A precificação deve utilizar métodos consagrados de acordo com a necessidade ou preferência de cada negócio.

A seguir, veja quais são os principais métodos de precificação e saiba como usar cada um deles:

 

Formação de preço por Margem de Contribuição: 

Também conhecida como ganho bruto, a margem de contribuição é um dos métodos mais simples e mais utilizados. Através dela, é possível descobrir quanto irá sobrar em relação ao custo de venda, podendo descontar os custos e despesas variáveis da produção.

Assim, a empresa consegue estabelecer de maneira mais concreta quanto deseja ganhar por cada produto vendido. 

Fórmula: 

Margem de contribuição = Valor das vendas – (Custos Variáveis + Despesas variáveis)

Exemplo: Imagine que a sua empresa pretenda vender 100 unidades de um produto a R$ 100 cada. Para produzir cada unidade, existe um custo de R$ 40 e mais R$ 30 de despesas variáveis. Sendo assim, teríamos a seguinte margem de contribuição:

  Unitário Total
(+) Receita Operacional R$ 100  R$ 10.000,00
(-) Custos de produção (CPV) R$ 40 R$ 4.000,00
(-) Despesas variáveis R$ 30 R$ 3.000,00
       
(=) Margem de contribuição R$ 30 R$ 3.000,00
(=) Margem de contribuição (%) 30% 30%

 

Para que o cálculo seja feito da maneira certa, é importante se atentar aos conceitos de custos e despesas, distinguindo-os entre fixos ou variáveis

Os custos representam todos os valores necessários para o desenvolvimento de um produto, enquanto as despesas são os gastos que não impactam diretamente o preço do produto.

Além disso, é importante entender a diferença entre fixo ou variável. Fixo é tudo que é certo durante a produção, enquanto os variáveis são menos previsíveis, e se moldam de acordo com as circunstâncias.

Por fim, vale destacar que se a margem de contribuição não for conhecida, pode acontecer de o negócio realizar um grande número de vendas e ainda assim não obter lucro.

 

Formação de preço por Markup:

O Markup é um método de formação de preço baseado nos custos envolvidos em cada produto. O principal objetivo dele está em determinar um preço que cubra todas as despesas e ofereça o lucro esperado. 

Para aplicar esse método você deve identificar qual o percentual de despesas variáveis deve ser atribuído a cada unidade da produção. Em seguida, você deve identificar também o percentual de despesas fixas que deve ser atribuída a cada unidade da produção. 

Por fim, será necessário definir o percentual de lucro que você deseja alcançar com cada unidade de produto vendido.

Fórmula para o markup: 

100/[100-(DV+DF+LP)]

Em que:

DV – Despesas Variáveis;

DF – Despesas Fixas;

LP – Margem de Lucro pretendida.

E o número 100 representa o preço unitário em porcentagem.

Vamos considerar que se tenha os seguintes índices:

DV = 20%, DF = 20% e LP = 10%.

Teremos então:

100 /[100-(20+20+20)

Markup = 1,4285

Levando em consideração o exemplo acima, para que obter o preço de venda indicado por este método, é necessário multiplicar o valor do custo direto unitário pelo valor do índice encontrado. Isto é:

Preço de venda pelo markup = 100 x 1,4285 = 145,85.

 

Precificação Baseada na Concorrência: 

Outra maneira de calcular o preço de venda é utilizar a Precificação Baseada na Concorrência, uma espécie de pesquisa de corresponde que faz o levantamento dos preços que são praticados por eles. Essa “pesquisa de preços” ajuda a manter a sua empresa e produto atrativos aos olhos dos compradores.

O primeiro passo é definir parâmetros para decidir quais concorrentes que serão acompanhados. Por exemplo, não é porque a sua empresa fabrica automóveis que você deva acompanhar os preços da Ferrari. Isso só fará sentido se você também produzir automóveis de luxo. 

Após a escolha dos concorrentes, você deve fazer o levantamento de preço dos produtos em diversos períodos, identificando possíveis padrões e tendências. A partir disso, você deve coletar dados relevantes, tornando a análise mais eficaz.

A partir dos dados obtidos, você vai obter a média de preços cobrados, assim como os pontos fora da curva. Ou seja, os preços mais elevados e também os mais baixos.

Porém, esse método exige cuidado. Ele deve ser utilizado apenas como um apoio, sendo fundamental analisar as particularidades da empresa, como os custos, para que o preço praticado não prejudique a lucratividade e a saúde financeira do negócio. 

 

Fórmula Baseada no Lucro

Por fim, temos a Fórmula baseada no lucro, ou lucro nominal desejado, como método de precificação. Nesse método, você deve levar em consideração os custos de produção e acrescentar o lucro desejado, além de contabilizar tributação e comissões. 

A fórmula é dada por:

Preço de Venda = (Custo do Produto + Lucro Objetivo) / (1- impostos – taxa de vendas).

Exemplo: Um produto cujo custo inicial seja de R$ 100, a tributação seja de 24%, a venda em um e-commerce seja comissionada em 16%, e o lucro nominal desejado para o produto seja de R$ 40.

Nessa situação, temos:

Preço de Venda = (R$ 100 + R$ 40) / (1-0.24 – .0.16)

Logo, preço de venda = 233,33

Podemos afirmar que de certa maneira, é uma abordagem um pouco diferenciada em relação ao markup, mas que se alcança um resultado semelhante. 

 

Conclusão

Você provavelmente percebeu que existem diversos métodos de precificação. Independente do método escolhido, para que sua empresa tenha sucesso e gere lucro, é fundamental que você tenha uma boa gestão estratégica, conheça e controle os custos e despesas da sua operação, além de planejamento e visão de mercado.

Agendamento

Receba uma apresentação do software sem compromisso!

RC Costs

Conheça a solução que gerencia custos e ajuda a vender mais!

RC Lean

A controladoria no leme da operação. Saiba mais!