Por onde começar na hora de melhorar os processos da sua empresa?

por | 18 jul, 2018 | Artigos

Nós já apresentamos os sete principais tipos de desperdícios identificados nos processos produtivos pela metodologia Lean Manufacturing. Caso você tenha perdido este texto, ele está disponível aqui.

 

 

 

 

O objetivo deste, e dos próximos artigos, é apresentar quais são as principais formas com que estes sete tipos de desperdícios se apresentam nas empresas, para permitir que você consiga olhar o seu processo produtivo buscando pontos de melhorias.

Neste texto abordaremos 2 grandes vilões dos custos produtivos nas empresas:

  • Layouts ineficientes;

  • Setup de Máquinas;

Começando pelo primeiro tópico, surgem duas importantes questões: o arranjo do setor produtivo da sua indústria facilita ou atrapalha a sua produção? Ele é adequado para que execute meus processos de forma eficiente?

Os desperdícios por conta de um layout ineficiente nas empresas são enormes. O mais óbvio dos desperdícios é a perda de tempo. Seja ela devida à excesso de movimentação de pessoas, de matérias primas, de produtos, que transforma a empresa em um contínuo vai e vem de colaboradores, levando muito mais tempo para terminar uma atividade produtiva, e aumentando seus custos, e consequentemente diminuindo o lucro do negócio.

A esses aspectos mais fáceis de serem percebidos, somam-se diversas outras perdas relacionadas às dificuldades de se encontrar as ferramentas necessárias para se dar continuidade ao processo, pois elas misteriosamente somem na fábrica, uma vez que as atividades não têm lugares delimitados para serem executadas.

No que diz respeito à gestão e ao controle do processo, estas atividades se tornam muito mais difíceis de serem executadas, pois não se consegue perceber visualmente o que está sendo feito no chão de fábrica. Além disto, um layout não adequado quase sempre está associado à um processo onde não se tem uma definição dos parâmetros, metas e controles.

Portanto, podemos concluir que sim, é preciso pensar no layout da área fabril como um fator chave para facilitar o processo produtivo, o aumento da produtividade e consequentemente da eficiência da empresa. Este aumento obviamente se traduz em maior lucratividade, e, portanto, no fim do mês, sobra mais dinheiro em caixa, garantindo melhores resultados.

Agora vocês devem estar se perguntando: Mas como saber se meu layout fabril está adequado? Bom, um olhar crítico sobre o arranjo físico de máquinas, equipamentos e postos de trabalho, associado à algumas perguntas chave poderão lhe ajudar. Olhe para a sua empresa e responda as seguintes perguntas:

  • Eu consigo ver o processo produtivo de uma forma contínua, sabendo o que já foi feito, o que está sendo feito, e quais as próximas etapas?

  • Eu consigo identificar um fluxo único de materiais até a finalização do meu produto acabado?

  • Os colaboradores precisam se mexer pelas diversas áreas da fábrica ao longo do dia, ou eles conseguem realizar todas as suas atividades produtivas em um mesmo lugar?

  • Cada setor produtivo está bem delimitado? E sinalizado?

Com perguntas como esta se torna muito mais simples identificar os maiores problemas do layout atual e gerar soluções de arranjo físico na sua empresa, que podem ser implementadas e melhorar consideravelmente os resultados do negócio.

Sugestão de artigos:

Bom, agora você já está olhando com outros olhos para o chão de fábrica, por que não aproveitar esse momento e repensar como é planejada a sua produção. Suas máquinas produzem sempre um mesmo produto? Ou uma mesma máquina é utilizada por diferentes itens do seu portfólio? Se na sua empresa você respondeu sim para a segunda pergunta, o tempo necessário para realizar o setup das máquinas, ou seja, ajustar o equipamento para que possa produzir um produto diferente, deve ser uma preocupação primordial para você. Tempos de setup não agregam valor ao seu produto, e sendo assim devem ser minimizados ao máximo.

Entendendo este tempo de setup como um desperdício, que reduz a produtividade da empresa e por consequência diminui o lucro recebido pelos sócios, o primeiro passo é quantificar este desperdício, através da medição dos tempos utilizados no setup dos diferentes produtos fabricados pela empresa.

A partir desta medição, algumas opções surgem para o gestor do negócio:

  • Melhorar o planejamento e controle da produção: a solução mais acessível dentre as possíveis, pois, uma vez conhecendo-se o tamanho do desperdício, é possível, através de um adequado planejamento de produção, sequenciar os lotes de produtos de modo a minimizar a necessidade de paradas para trocas. Diminuindo-se a necessidade de trocas, diminui-se os desperdícios. Esta solução, por sua simples aplicação é a primeira opção que deve ser considerada.

  • Definir lotes mínimos de produção para cada produto, os chamados lotes econômicos, que irão ajudar no planejamento inclusive dos estoques, e das entregas;

  • Aplicar técnicas de redução de tempos de setup: A partir do momento que se identifica que as trocas de setup são inevitáveis é hora de se buscar identificar formas de reduzir o tempo destinado à esta atividade. Na literatura técnica existem diversas técnicas de redução de tempos de setup, sendo que a mais conhecida entre elas é a técnica do SMED, desenvolvida por Shigeo Shingo, que consiste em identificar as atividades que podem ser executadas antes da parada da máquina e aquelas que só podem ser feitas com o equipamento parado. Otimizando-se estas duas etapas, obtém-se um setup de máquina ótimo. Apesar de apresentar ótimos resultados após sua aplicação, esta metodologia precisa ser aplicada para cada tipo de setup, e para cada diferente máquina.

  • Investir em equipamentos exclusivos para certos produtos: Conhecendo-se a demanda e a capacidade produtiva dos equipamentos, é possível, como última opção, analisar a viabilidade de se investir em equipamentos específicos para determinados produtos, que eliminem as paradas para setup.

Tendo em vista as opções apresentadas, conclui-se que, para otimizar-se os processos de setup é preciso que a tomada de decisão seja baseada em informações.

Como podemos perceber, rastrear e eliminar os desperdícios no processo da sua empresa é uma atividade que requer uma busca constante por ferramentas que facilitem a sua tomada de decisão. Entre em contato conosco para saber como o Reduzacusto.com pode lhe auxiliar nesta jornada em busca de uma empresa mais eficiente.

#processosprodutivos #processos #desperdícios #produtoacabado #produtividade #controledaprodução #custosprodutivos #custodoproduto

Agendamento

Receba uma apresentação do software sem compromisso!

RC Costs

Conheça a solução que gerencia custos e ajuda a vender mais!

RC Lean

A controladoria no leme da operação. Saiba mais!